Visualização dos Sistemas

Funcionamento e modificação de exibição dos sistemas. (Recalbox v6.1 e superior)

Funcionamento da exibição

A exibição dos sistemas no menu Recalbox é gerenciada pelo arquivo "es_systems.cfg". Este arquivo está localizado na pasta:

./recalbox/share_init/system/.emulationstation/es_systems.cfg

Ele contém os nomes dos diferentes sistemas que são suportados pela sua versão do Recalbox. É construído da seguinte forma:

<?xml version="1.0"?>
<systemList>
<system>
<fullname>Panasonic 3DO</fullname>
<name>3do</name>
<path>/recalbox/share/roms/3do</path>
<extension>.iso .ISO .cue .CUE .chd .CHD</extension>
<command>python /usr/lib/python2.7/site-packages/configgen/emulatorlauncher.pyc %CONTROLLERSCONFIG% -system %SYSTEM% -rom %ROM% -emulator %EMULATOR% -core %CORE% -ratio %RATIO% %NETPLAY%</command>
<platform>3do</platform>
<theme>3do</theme>
<emulators>
<emulator name="libretro">
<cores>
<core>4do</core>
</cores>
</emulator>
</emulators>
</system>
<system>
[. . .]
</system>
[. . .]
</systemList>

Os sistemas são exibidos na ordem em que estão listados neste arquivo. Ele também contém a configuração desses sistemas.

Alterar a ordem de exibição

IMPORTANTE: NÃO SE DEVE MODIFICAR o arquivo "es_systems.cfg" original (que está no diretório "share_init"). No caso de um problema com as modificações feitas posteriormente, continua sendo a única fonte para fazer o Recalbox funcionar corretamente.

A alteração da ordem de exibição deve ser feita apenas a partir do arquivo "es_systems.cfg" na pasta:

./recalbox/share/system/.emulationstation/es_systems.cfg

Originalmente, este arquivo não existe. Copie o arquivo original ou crie um novo arquivo. Uma vez criado o novo arquivo, é possível colocar os sistemas na ordem que você deseja. A configuração do sistema ainda será obtida do "es_systems.cfg" original, mas a ordem do sistema será conforme definido no novo arquivo.

Se um sistema estiver faltando, ou for inserido incorretamente no novo arquivo, a prioridade será dada ao arquivo original. Para o novo arquivo, existem apenas 2 chaves de entrada obrigatórias: "fullname" e "platform", todas as outras são opcionais. O arquivo deve ser construído, no mínimo, da seguinte forma:

<?xml version="1.0"?>
<systemList>
<system>
<fullname>Nintendo Entertainment System</fullname>
<platform>nes</platform>
</system>
<system>
<fullname>Family Computer Disk System</fullname>
<platform>fds</platform>
</system>
<system>
<fullname>Super Nintendo Entertainment System</fullname>
<platform>snes</platform>
</system>
<system>
<fullname>Satellaview</fullname>
<platform>satellaview</platform>
</system>
[. . .]
</system>
[. . .]
</systemList>

Adicione um sistema "Personalizado"

IMPORTANTE: NÃO SE DEVE MODIFICAR o arquivo "es_systems.cfg" original (que está no diretório "share_init"). No caso de um problema com as modificações feitas posteriormente, continua sendo a única fonte para fazer o Recalbox funcionar corretamente.

Esta manipulação não permite adicionar um novo emulador ao Recalbox, permite apenas adicionar uma nova entrada do sistema no menu de seleção.

É possível combinar a modificação da ordem dos sistemas e a adição de um ou mais sistemas personalizados.

Quanto à modificação da ordem dos sistemas, a adição de um sistema “customizado” deve ser feita apenas a partir do arquivo “es_systems.cfg” presente no seguinte diretório:

./recalbox/share/system/.emulationstation/es_systems.cfg

Originalmente, este arquivo não existe. Copie o arquivo original ou crie um novo arquivo. Uma vez que o novo arquivo foi criado, agora é possível adicionar um novo sistema a ele.

Se um sistema for inserido incorretamente no novo arquivo, a prioridade será retornada ao arquivo original. Para o novo arquivo, todas as chaves de entrada são necessárias. Portanto, para criar um novo sistema, a maneira mais fácil é começar a partir de um sistema existente (e correspondente às ROM que queremos incluir) e modificar apenas o que for estritamente necessário: - « fullname » : Usado para fornecer o nome do novo sistema. - « path » : Usado para indicar a pasta que contém as roms do novo sistema. - « theme » : Usado para indicar qual tema usar. Você deve primeiro criar este novo tema (logotipo, plano de fundo, ...) Todas as outras entradas não devem ser alteradas.

Aqui está um exemplo de adição de um sistema baseado em SNES para incluir apenas roms traduzidas:

<?xml version="1.0"?>
<systemList>
<system>
<fullname>Super Nintendo Fan Trad</fullname>
<name>snes</name>
<path>/recalbox/share/roms/snestrad</path>
<extension>.smc .sfc .SMC .SFC .mgd .MGD .zip .ZIP .7z .7Z</extension>
<command>python /usr/lib/python2.7/site-packages/configgen/emulatorlauncher.pyc %CONTROLLERSCONFIG% -system %SYSTEM% -rom %ROM% -emulator %EMULATOR% -core %CORE% -ratio %RATIO% %NETPLAY%</command>
<platform>snes</platform>
<theme>snestrad</theme>
<emulators>
<emulator name="libretro">
<cores>
<core>snes9x2005</core>
<core>snes9x2010</core>
<core>snes9x2002</core>
</cores>
</emulator>
</emulators>
</system>
</systemList>